JUNTE-SE AO UNIVERSO DO PAPEL

COMPARTILHE NOSSO AMOR PELO PAPEL

Inspire-se para desfrutar de todo o prestígio do papel e da impressão

cardboardecofurniture.co.uk

Displays de varejo mais sustentáveis

Dos sacos de papel aos móveis de papel: como os varejistas estão aproveitando a versatilidade e a sustentabilidade do papel

À medida que os varejistas continuam procurando reduzir o seu impacto ambiental, estão descobrindo alternativas mais sustentáveis, baseadas em papel, para um número surpreendente de aplicações.

Criar displays de varejo atraentes e em constante mudança é uma das principais maneiras pelas quais os varejistas mantêm os consumidores entrando em suas lojas. Apresentar os produtos de forma atrativa, que convide tanto a sentir como a olhar, é um dos grandes diferenciais entre a experiência de compra na loja e online.

Alguns varejistas, especialmente as grandes cadeias, podem mudar os seus expositores semanalmente, e até diariamente em alguns casos, para manter as lojas com um aspecto sempre novo e atrair os consumidores.

 

Mas o que acontece com os antigos materiais de exibição?

As pesquisas mais recentes revelam que 86% dos consumidores verificam as informações dos produtos antes de comprar para que possam fazer escolhas informadas e sustentáveis*, mas quanta atenção é dada às vitrines onde os produtos são expostos? Embora muitos expositores de varejo possam ser atualizados e reutilizados, há outros que não podem e acabam indo para o lixo ao invés de serem encaminhados à reciclagem, mas sabemos que o papel e o cartão são os produtos mais reciclados.

 

Os benefícios dos materiais baseados em papel

É claro que o papel, o cartão e o papelão têm pegadas ambientais, como tudo o mais, no entanto são bem menores do que as pessoas em geral pensam. Quando destinados à reciclagem, são um recurso altamente sustentável. Além disso, papel, cartão e papelão são materiais extremamente versáteis que podem ser utilizados numa enorme variedade de aplicações, oferecendo alternativas aos materiais menos sustentáveis. Eles também podem ser impressos diretamente e são muito táteis, atraindo os consumidores.

Nas lojas de varejo, já assistimos a uma redução de materiais mais difíceis de reciclar substituídos por embalagens de papel. Há algum tempo também temos visto materiais de papel e papelão sendo usados ​​em displays promocionais de curta duração.

Os letreiros suspensos nos tetos, concebidos para chamar a atenção para uma determinada área da loja, também são frequentemente feitos de cartão, escolhido pela sua leveza e qualidades sustentáveis. Os cartazes de parede também costumam ser feitos de papel. Os avanços na tecnologia de impressão digital tornaram possível aos varejistas criar cartazes personalizados e grandes displays para as suas lojas. Esses papéis geralmente são feitos com fibras recicladas e, dependendo do adesivo utilizado, também podem ser reciclados.

 

Acessórios baseados em papel

Talvez um dos usos mais marcantes e intrigantes do papel nas lojas de varejo seja o de utensílios e acessórios. Normalmente, estes são feitos de madeira, metal, plástico e MDF.

Aproveitando a versatilidade, resistência, sustentabilidade e qualidades estéticas do papelão, os tons claros, o caixa e algumas das prateleiras desta loja de calçados esportivos na Itália são feitos de um papelão resistente, porém leve.

Em uma livraria na Itália, todas as estantes, mesas expositoras e até um cavalinho de balanço para crianças são feitas de papelão resistente. Deixado no seu estado natural, o cartão representa uma forte afirmação sobre a atitude do varejista quanto à sustentabilidade.

Uma loja de artigos para casa na Suíça faz uma forte declaração ambiental e de estilo ao usar papelão revestido com papel branco em todos os seus utensílios e acessórios, incluindo gavetas, prateleiras, mesas e até cadeiras. No final da sua vida útil na loja, todos os elementos podem ser reciclados.

 

Algumas marcas conhecidas estão seguindo o exemplo:

 

Dr Martens

A conhecida marca britânica de calçados Dr Martens está focada no design de lojas sustentáveis ​​e estabeleceu como meta enviar zero resíduos para aterros até 2028.

Na sua loja conceito “teste e aprenda”, na Carnaby Street, em Londres, a Dr Martens experimenta regularmente novas ideias, que utiliza para informar o futuro design da loja. A última novidade inclui displays feitos de polpa de celulose que podem ser facilmente reciclados.

 

Cos

A marca de moda escandinava Cos é conhecida por seu moderno design de roupas. Pensando no impacto da moda no meio ambiente, oferece um serviço de reciclagem em que o cliente pode devolver as roupas para serem revendidas ou reaproveitadas. A empresa está ampliando essa abordagem circular aos designs das suas lojas, procurando ser mais consciente na utilização de todos os seus materiais. Isso significa usar materiais que podem ser reutilizados, reaproveitados ou reciclados. É com esse objetivo em mente que introduziu uma série de materiais interessantes na sua loja em Estocolmo.

  

Target

O varejista americano Target mudou todos os seus expositores nas lojas para materiais à base de fibra devido à sua reciclabilidade. Ao adicionar informações sobre a reciclabilidade dos materiais, expressam claramente a sua posição tranquilizando seus clientes.

Leia mais sobre como os varejistas estão mudando para materiais à base de papel e como podemos introduzir materiais à base de papel em nossas casas: Supermercados mudando para embalagens à base de papel .

 

*Linkedin FSC

 

Equipe Two Sides

Artigo de Belinda Kelly, Two Sides Inglaterra

 

Two Sides é uma organização global, sem fins lucrativos, criada na Europa em 2008 por membros das indústrias de base florestal, celulose, papel, cartão e comunicação impressa. Two Sides estimula a produção e o uso conscientes do papel, da impressão e das embalagens de papel, bem como esclarece equívocos comuns sobre os impactos ambientais da utilização desses recursos. Papel, cartão e papelão são provenientes de florestas cultivadas e gerenciadas de forma sustentável. Além disso, são recicláveis e biodegradáveis.